Open Call for Registration EDITION MARKET ZineFestPT 2017

And finally other the expected moment of ZineFestPt!

Registration Form on EDITION MARKET PDF

Any question or difficulty completing the online form send email: ateliertrestres@gmail.com
Anúncios

Zines pornô e ludo

Autor: Sandro Saraiva

Edições: Cabaré Subterrâneo

Ano de edição: pornô, 2015 e ludo, 2016

pornô, 2015

O zine apresenta uma sequência de imagens baseada no automatismo gráfico.

Contéudo e capa: desenhos em nanquim e caneta esferográfica, miolo em papel jornal, capa em papel color plus 180g

Impressão Xerox

Encadernação manual

 

ludo, 2016

O zine cria por meio de um jogo gráfico para uma sugestão narrativa.

Contéudo e capa: desenhos em nanquim, raio-x, fotografia e cromo autocolante, miolo em papel layout 120g, capa em papel opaline 180g, caixa em papelão com logo em stencil

Impressão digital

Encadernação manual

Livro de autor: Milanese

Autor: Nathalie Du Pasquier

Editora: Fotokino

Ano da edição: 2015

Por ocasião da sua exposição Construction at Studio, a editora Fotokino publica um livro de Nathalie Du Pasquier. Trabalhos recentes ao lado de tecidos projetados no início da década de 1980, trinta páginas passeando no coração dos trinta anos de trabalho.

Conteúdo: Papel Fedrigoni Materica Kraft e Munken Lynx áspero
+ folha de lenda impressa em Riso, acompanhada por um marcador e um cartão postal.

http://www.nathaliedupasquier.com

Zine Tu-Réte – Diz o que te apetece

E chegaram até nós vários números do Tu-Réte Zine!

Editor: Marina Gonçalves
Contéudo: Fotografia, Ilustração, Textos
Data da edição: 2017
Extremamente criativo, empenhado, variado e disposto a “dizer o que te apetece” é uma Zine mensal que sai ao 25º dia de cada mês e está à venda por 1 euro. Pretende divulgar trabalhos de arte – facebook.com/turetezine/

 

Livro de artista Glutén

Autor: Renata Bueno e Zansky

Edições De Zaster

Ano da edição: 2015

Conteúdo: sobreposição de embalagens planificadas, formas sobrepostas que criam novas formas e cores.

Impressão em serigrafia, 100 cópias

O glúten resulta da mistura de proteínas que se encontram naturalmente no endosperma da semente de cereais sobretudo da família do trigo . Pela sua estrutura bioquímica, esse tipo de glúten é, muitas vezes, denominado “glúten triticeae“, e popularmente conhecido como “glúten de trigo”. Ora espécies da família Aveneae, como a aveia, não contém glúten, mas normalmente são processadas em fábricas e moinhos que também processam cereais que contém esta substância, causando assim a contaminação da aveia pelos resíduos de glúten.

Outra relação formal que se encontra no nome que dá título ao livro é o facto da palavra glúten provir de gluten (em latim), cujo significado é cola.

http://dezaster.com

Livro de artista: vol. 3 – Indícios de uma vida anterior

Autor: Eduardo Sousa Ribeiro

Edição de autor

Ano da edição: 2017

Conteúdo: Fotografia

Impressão digital

“Vol.3 – Indícios de uma vida anterior” faz parte de uma colecção de publicações que tem como definido o uso da fotografia e de uma folha de papel, que se torna livro e cartaz em simultâneo. Como indefinido tem o número de volumes a serem publicados assim como a sua periodicidade.

Livro de artista: Pé de palavra

Autor: Laura Castro & Elena Landinez

Conteúdo e capa: ilustração/desenho, texto poético, capa em cartão pintada com guache, encadernação japonesa

Editora Dulcineia Catadora

Ano de edição: 2016

O coletivo Dulcinéia Catadora foi iniciado em 2007 após dois meses de trabalho colaborativo de Lúcia Rosa e Peterson Emboava com integrantes do Eloísa Cartonera durante a 27 Bienal de São Paulo. Atualmente, funciona dentro de uma cooperativa de materiais recicláveis em São Paulo, Brasil e conta com a participação ativa de Andreia Emboava, Maria Dias da Costa, Eminéia dos Santos e Agata Emboava que trabalham diariamente na reciclagem, e Lúcia Rosa. Edita livros de poesia, de prosa, assim como trabalhos de artistas contemporâneos brasileiros. Os livros são confeccionados por catadoras de papelão e outros profissionais que participam do coletivo. O Dulcinéia tem como ponto fundamental a sustentabilidade, baseando-se numa estratégia de geração de renda que consiste em vender os livros e repassar para as catadoras que os elaboraram.

Livretos de contos e poesias de autores novos abrem espaço para um caminho paralelo ao mercado editorial. A confecção dos livros reintegra o descarte em um circuito produtivo, cria uma relação sensível com o material, agrega valor a ele e possibilita a produção coletiva de conteúdos.. Essa é uma forma original de confeccionar livros como um instrumento de resistência e crítica às práticas tradicionais, comerciais, nas mãos do mercado editorial.
O processo de trocas e experiências leva ao respeito às diferenças e à soma de experiências. Além disso, a atuação dos catadores de papel na sociedade é valorizada e, com isso, reforça a possibilidade de transformação das relações sociais por meio da arte.

http://www.dulcineiacatadora.com.br