Fanzine – Tlön

img_8839img_8840

Editor: Luiza Nilo Nunes, Portugal
 Tlön nº 1, Sonho, Textos literários, fotografia e ilustração, 2016

Objeto arqueológico produzido por sugestão. Simultaneamente secular e inaudito. Uma espécie indefinida de artefacto, como uma máscara dourada ou o apodrecido torso de um rei, encontrados sob as águas sepulcrais de um rio imaginário.  Revista que é tão-somente uma casa, coberta de estrelas e de gritos. Lugar arquitetado pelo sonho e pela urgência de exercer mais livremente a poesia – a matéria oblíqua, a fulguração das vozes, o bater dos idiomas indecifráveis. O nome, roubado a Borges entre os espelhos inquietos, é uma porta (daquelas sem chave nem ferrolho de que falava Pellegrini). Tlön. Urdida por homens, mas também por anjos - todos eles conturbados.

https://www.facebook.com/revistaliterariatlon
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s